Carros da Realeza


Jaguar E-Type eléctrico brilhou no casamento real 
Modelo utilizado pelos Duques de Sussex, Meghan e Harry, deu que falar. 

O casamento real britânico, celebrado este sábado em Londres, contou com um protagonista inesperado. Falamos do Jaguar E-Type Zero Concept, o único exemplar eléctrico do icónico E-Type.

Ainda que breve, a aparição deste “Jag” não passou despercebida, com o Príncipe Harry e a sua esposa, Meghan Markle, neste esportivo de 1968 rumo à festa de recepção do casamento.

Este protótipo foi apresentado no final do ano passado durante as jornadas “Jaguar Land Rover Tech”. O objetivo da marca britânica era simples: avaliar a reação dos seus clientes para estudar a hipótese de vender esta conversão de mecânica para elétrica.

No local do motor de seis cilindros está agora um motor elétrico que debita o equivalente a 300 cv de potência. Este propulsor elétrico surge combinado com um “pack” de baterias que permitem que este E-Type Zero tenha uma autonomia a rondar os 270 quilômetros.

Este motor, juntamente com o fato deste E-Type elétrico ser 46 kg mais leve que o E-Type original, faz com que E-Type Zero acelere dos 0 aos 100 km/h em 5,5 segundos, um registo mais rápido do que o E-Type convencional.

Mas apesar de todas estas transformações este E-Type continua a respeitar a estética do modelo original. Só no interior encontramos alguns elementos novos, tais como o novo painel de instrumentos digital, novos botões e um ecrã montado ao centro do “tablier”.

Rolls-Royce Phantom IV no casamento real
É o mesmo carro usado quando a Rainha Elizabeth II se casou

O casamento do Príncipe Harry com Meghan Markle já aconteceu, mas não podemos deixar de mostrar o carro usado pela noiva para chegar ao altar. A nova Duquesa de Sussex foi levada em um Phanton IV 1950, e se ele te parece familiar, você está certo.

É o mesmo carro utilizado pela Rainha Elizabeth II quando ela ainda era uma princesa. Foi o primeiro Rolls-Royce da Rainha e do Príncipe Philip, o que mostra o quanto este carro é especial. Além do valor sentimental, há outros detalhes.

Além de seus proprietários, o que mais faz deste Phanton IV 1950 o mais importante entre as criações da marca britânica?

Bom, o Phanton IV é apenas um dos 18 carros que a Rolls-Royce construiu entre 1950 e 1956. Sim, 18. E todos foram feitos apenas para quem os diretores da marca julgavam merecedores.

Ou seja, apenas quem era parte da família real britânica e outros chefes de estado receberam estas peças de arte.

A aparição do Phanton IV confirma a inclusão de Meghan Markle na família real que usaram o mesmo transporte. Kate Middleton foi a última a usar o Phanton IV em 2011, durante a viagem de Westminster Abby para o casamento com o Príncipe William.

Atualmente, apenas 16 Phanton IV são conhecidos, incluindo este usado no casamento real. Os outros 15 podem ser encontrados em museus ou coleções particulares.

Considerando que eles possuem seis décadas de idade, não temos a certeza que eles estão tão bem conservados como este.

 

Fotos: The Royal Family

Enviar Comentário

Deixe uma resposta