Maserati 3500 GT – Você também vai se apaixonar


De uma forma ou de outra estamos todos afetados de forma diferente. Algumas pessoas se apaixonam porque seu pai ou tio tinha um. Outros se apaixonam por necessidade, ou seja: avarias constantes nos obrigando  a trabalhar no carro o tempo todo.

Para o Sr. Frank Mandarano, um simples passeio pela fábrica Maserati em 1971 foi suficiente para ele ser pego pelo “vírus da ferrugem” – Comprou sua primeira Maserati, depois, alguns anos mais tarde, um 3500GT vermelho, que prontamente quebrou no dia seguinte em que foi comprado – um dos rolamentos do carro. Daí pra frente teve tempos difíceis de encontrar peças para seu carro.

Foi aí que Mandarano resolveu criar um  clube de Maserati e começou a comprar estoques de peças em todo os EUA, de modo que ele e seus colegas membros do clube teriam acesso quando necessário.

Foram estes desafios que fizeram com que Frank Mandarano se apaixonasse  pela marca…

Frank tem outras Maseratis 3500S. Ele apelidou o carro de  “La Latina”, porque foi um dos cinco GTs vendidos na Cidade do Novo México.

Frank adora dirigir bem lentamente pelas  estradas do deserto mexicano pois o som do motor é algo fantástico em seu escapamento de alumínio.

Ele não precisa cambiar muito pois o automóvel possui 3 marchas longas.

por: Petrolicious Productions
Tradução e Edição: Equipe AutoClassic

Enviar Comentário

Deixe uma resposta