Os Fanáticos por Antigos (https://www.facebook.com/fanaticosporantigos/) e o Garagem 95 (https://www.facebook.com/95Garagem/) realizaram dia 18 de novembro passado, a 5° edição do Pé na Estrada, que é um passeio cultural pela antiga estrada para Santos passando dentro do Parque Estadual da Serra do Mar (http://www.parqueestadualserradomar.sp.gov.br/pesm/nucleos/caminhos-do-mar/).

Muito bem organizado, com café da manhã e batedores, ainda tivemos um monitor ambiental do próprio parque contando a história dos monumentos.

São eles: (em itálico texto retirado da página do Parque)

1 – Casa de Visitas do Alto da Serra. Construída em 1926, era usada para hospedar visitantes que vinham conhecer as obras do Alto da Serra e da Usina de Cubatão, atual Henry Borden. Atualmente a casa é um centro de apoio ao visitante e abriga exposição sobre a Usina Henry Borden. Foi lá que nos reunimos para o café da manhã, sorteio de brindes, organização dos 2 grupos, esclarecimentos e largada para o passeio;

2 –  Pouso Paranapiacaba. Construção em alvenaria utilizando-se de rochas escolhidas , tijolos e elementos de granito lavrado, o local é  circundado por varandas  que  integra-se completamente à paisagem. Como homenagem a era automobilística, possui painel de azulejos pintados retratando o mapa do Estado de São Paulo e as estradas existente da época. Era um antigo ponto de parada de carros durante a viagem entre Santos e São Paulo. Paranapiacaba, em tupi, significa “local de onde se vê o mar”. Nossa primeira parada, na beira da serra, antes de se começar a descida propriamente dita;

3 – Calçada do Lorena. Construída no final do século XVIII, foi a primeira ligação pavimentada entre São Paulo e o litoral paulista, sendo construída por rochas escolhidas e trabalhadas a mão. Era utilizada principalmente para transporte de produtos, mas também fez parte da história de todo o país, pois Dom Pedro I, em setembro de 1822, subiu a calçada do Lorena sentido São Paulo, Planalto, para proclamar a independência do Brasil;

4 – Rancho da Maioridade – Ponto de descanso e reabastecimento durante a viagem entre São Paulo e Santos no km 47, seu nome é alusivo a Estrada da Maioridade, construída entre 1841 e 1846. Um painel de azulejos ilustra a subida da Serra por figuras políticas ilustres do século XIX tal como Dom Pedro II. Apesar de estar pelo meio da descida, tem uma vista deslumbrante da baixada Santista;

5 – Padrão do Lorena. Construído em 1922, em homenagem a Bernardo José Maria de Lorena, governador da província de São Paulo. Os painéis de azulejaria ilustram cenas do século XVIII, liteiras, tropeiros e mulas. Último monumento, aqui tivemos a disposição a venda de água e refrigerante. O previsto era chegarmos até ao Portal do Centro de Apoio ao Visitante onde se daria a confraternização incluindo comida, mas com a promessa da meteorologia para chuva pesada a tarde, houve o consenso de voltarmos para São Bernardo do Campo.

Como eu pretendia continuar a viagem pela BR 101, parando em Bertioga e Paraty, sai pelo portão de Cubatão.

O passeio vale muito a pena, são 9 km de descida passando pelos monumentos históricos. Se avista trechos da Planície Litorânea, Porto de Santos e a Refinaria Presidente Bernardes – RPBC além dos manguezais da Baixada Santista.

 

Abaixo confira outras fotos do passeio:

 

 

Fotografias de: William Dias, Léo Pereira, Virginia Kennup e Walfredo Junior

 

Um grande abraço a todos,

Walfredo e Virgínia – Correspondentes oficiais – AutoClassic

 

  • Conheça o site do Grupo Antigos de Itaipu – www.antigosdeitaipu.com.br e nos acompanhe no facebook. Participe dos nossos encontros toda segunda quarta feira do mês.

Enviar Comentário

Deixe uma resposta